Terapia Ocupacional x Acessibilidade

Publicado em: 01.fevereiro.2011

Por: Acessibilidade na Prática

Quando o assunto é “acessibilidade”, comumente associamos a “deficiência”. Porém, o termo refere-se à condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários, equipamentos urbanos, edificações, serviços de transporte e dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por qualquer pessoa, “inclusive” pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida.

Neste âmbito, surgem também os conceitos de “ajuda técnica e tecnologia assistiva”, que em geral compreendem todos os recursos e serviços que visam proporcionar maior qualidade de vida aos indivíduos com perdas funcionais advindas de deficiência ou como resultado do processo de envelhecimento. São vistas como resolução de problemas funcionais para o desenvolvimento de potencialidades, habilidades e desejos.

Sendo a Terapia Ocupacional uma profissão da saúde que auxilia o indivíduo a recuperar, desenvolver e construir habilidades que são essenciais para sua independência funcional, saúde, segurança e integração social, visualizamos uma estreita relação da atuação deste profissional com o tema em destaque. Cabe ressaltar que o uso de atividades no tratamento, as adaptações do meio (utensílios, mobiliários), as prescrições, confecção e o treinamento para o uso de órteses são ferramentas legítimas e diferenciais dos terapeutas ocupacionais.

O trabalho do profissional nesta área envolve a avaliação das necessidades dos usuários, suas habilidades físicas, cognitivas e sensoriais. O Terapeuta Ocupacional avalia a receptividade do indivíduo quanto à modificação ou uso da adaptação, sua condição sociocultural e as características físicas do ambiente em que será utilizada, além de promover treino para o uso apropriado do recurso e orientar todas as pessoas envolvidas no uso da tecnologia assistiva que fora selecionada individualmente.

Segue abaixo alguns exemplos de recursos incluídos na Tecnologia Assistiva, os quais são utilizados na prática da Terapia Ocupacional.


Auxílios para vida diária e prática



Comunicação aumentativa e alternativa



Recursos de acessibilidade ao computador



Adequação postural


Auxílio de mobilidade



Projetos arquitetônicos




Adaptações em veículos


Recursos para cegos, visão subnormal, surdos ou pessoas com déficits auditivos




Órteses e próteses



Por fim, o
Terapeuta Ocupacional é o profissional que atua diretamente no dia a dia, bem como na organização, construção do cotidiano e participação social. Para isso utiliza diversas atividades e recursos no intuito de resignificar as limitações e necessidades, resgatando em cada ser suas possibilidades, potencialidades, capacidades e esperanças. Em relação à acessibilidade, cremos que a sociedade em geral possa beneficiar-se independentemente das especificidades individuais.
                                                   
                   
Fernanda Katayama Negrisolli – Terapeuta Ocupacional

17 ideias sobre “Terapia Ocupacional x Acessibilidade

  1. Ótimo texto…cada dia que passa podemos entender mais o termo "acessibilidade" e não associa-lo diretamento a "deficiência" como diz a Fernanda. E esclarecendo o que é a terapia ocupacional,que trabalha com TODAS as atividades humanas, organiza nosso dia-a-dia, possibilitando melhor qualidade de vida. Parabéns!

  2. Parabéns Fernanda!!!

    Ótimo texto!!! Você mostrou que acessibilidade é um temaa muito amplo, onde todos os profissionais devem estar envolvidos, garantindo que todas as tarefas cotidianas, profissionais, e também a diversão, devem ser acessíveis a todos!!!!

    Bjs

  3. Muito bom o texto, Fernanda!! Parabéns! Aliás, parabéns para todos da equipe, pois a cada post tenho aprendido muito e com mais vontade de divulgar e que mais pessoas conheçam o direito de ir e vir e que isso é pra todos!! Parabéns!! Adorei as fotos também!

  4. Oie Fernanda!

    Parabéns pelo texto, admiro muito sua profissão e tenho um carinho todo especial nesta aréa. Sou psicologa, mais antes de fazer essa escolha uma das minhas opções era fazer o curso de Terapia Ocupacional.
    Acredito e percebo o real papel fundamental que este profissional tem visando sempre a melhor qualidade de vida de seus pacientes.

    Abraços!
    Renata Cox

  5. Parabéns Fernanda!
    O texto muito bem elaborado dá uma idéia àqueles que não conhecem a TERAPIA OCUPACIONAL, como nós, que atuamos na área da Reabilitação.
    Detalhes que auxiliam na compreensão e valorização do profissional TERAPEUTA OCUPACIONAL.
    Abraço
    karla siqueira
    (fisioterapeuta)

  6. Mto Obrigado por todos os comentários pessoal!!!
    Em relação ao comentário do David Marques, gostaria de esclarecer que quanto as fotos postadas, realmente podemos enumerar algumas que não são de origem brasileira, contudo, no Brasil e inclusive em Campo Grande –MS existem profissionais altamente qualificados que trabalham com a confecção de órteses e tecnologia assistiva mais acessíveis.
    Vou citar um exemplo: Mobiliários Adaptados em PVC, Projeto da T.O. Grace Gasparini, que foi um dos finalistas do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social Edição 2005 http://www.youtube.com/watch?v=ySY2bWqZ2CM
    Isso não mencionando que a maioria das órteses utilizadas para atividades de vida diária podem ser confeccionadas com matérias de baixo custo, claro que algumas adaptações precisam ser adquiridas. Sei que isso tem um custo, porém existe uma verba destinada à Casa de Saúde para a confecção de órteses, próteses e materiais especias.Legislação do SUS, página 508.
    E reforço o ilustre trabalho da Terapia Ocupacional, que como a Fernanda disse, são profissionais que atuam diretamente no dia a dia, bem como na organização, construção do cotidiano e participação social, e estes procuram também vias mais acessíveis para todas as adaptações necessárias.

    Abçs,

    Maria Alice F. Matos

  7. Parabéns pela riqueza de informações, bem fundamentado e com objetividade.A continuidade e a disseminação de abordagens desta natureza cada vez mais presente na sociedade, é de grande utilidade pública.Estas ações, fazem valer a pena a viver com qualidade de vida, e que existem seres humanos desta grandeza.Fernanda sucesso nesta empreitada. Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *