Quarto de uma criança com deficiência

Publicado em: 29.março.2012

Por: Maria Alice Furrer

A NBR 9050/2004 (Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos) visa proporcionar ao maior número possível de pessoas – independentemente de idade, estatura ou limitação de mobilidade ou percepção – a utilização de maneira autônoma e segura do ambiente, edificações, mobiliário, equipamentos urbanos e elementos.

Esta Norma também determina que edificações residenciais multifamiliares (condomínios, edifícios e conjuntos habitacionais) devem ser acessíveis em suas áreas de uso comum (calçadas, recepção, estacionamento, área de lazer e outros), sendo facultativa a aplicação do disposto nesta Norma em edificações unifamiliares (residências destinadas a uma única família). Assim, a moradia deve ser adequada às necessidades específicas de seus usuários.
 
Hoje vamos analisar alguns pontos que a Norma traz em relação aos quartos acessíveis de locais de hospedagem, comparando-os com um quarto adaptado de acordo com as necessidades do morador.

 

A figura acima é uma planta padrão de um quarto de hospedagem acessível, extraída da NBR 9050/2004. O espaço do quarto prevê área de giro para cadeira de rodas, área de circulação interna e uma porta de pelo menos 0,80 m de largura. Apesar de não estar ilustrado na figura, a norma também especifica que os mobiliários dos dormitórios acessíveis devem atender às condições de alcance manual e visual, e as camas devem ter 0,46 m de altura, além de outras especificações.

Agora vamos observar alguns mobiliários do quarto de uma criança de 4 anos com paralisia cerebral, que, apesar de conseguir andar, possui comprometimento das duas pernas e do braço direito.
 
 
Esta é uma mesa utilizada para fazer as tarefas da escola e atividades de lazer. Ela é fixada na parede e, conforme houver necessidade de regular sua altura, basta fixá-la novamente, ou seja, não é preciso comprar outra mesa.

As quinas são arredondadas para evitar possíveis incidentes. Os lápis e demais recursos são organizados em potes logo acima da mesa, numa altura confortável para a criança, além de estar bem visível e organizado.

No centro deste mobiliário existe um recorte, onde o tronco da criança fica encaixado. No caso desta criança, isso é necessário para que o braço direito tenha melhor apoio e, consequentemente, mais função. Sem contar que a postura de tronco é favorecida, já que há uma maior estabilidade.

A cadeira ainda não estava pronta, por isso não foi fotografada.

 
Há um tapete no quarto. A Norma diz que tapetes devem ser evitados em rotas acessíveis. Entretanto, neste caso, não interfere na circulação e na segurança da criança nem dos outros moradores do apartamento.

Esta cama é mais baixa que o normal. Somado à espessura do colchão, a parte mais distal da cabeceira possui 40 cm de altura, um pouco mais baixa do que estipulado na NBR 9050/2004. Com esta altura, a criança tem segurança, conforto e autonomia para subir e descer da cama a qualquer momento.

Nesta foto ele está subindo na cama. No canto direito da foto existe um puff, onde a criança consegue levantar e sentar sem ajuda.

 
A foto acima ilustra o momento em que a criança incia o movimento para descer da cama, sem precisar de ajuda.

Para subir e descer de locais mais elevados é necessário auxiliá-lo. Mesmo quando consegue fazê-lo com independência, ele o realiza com mais dificuldade.


Na imagem acima, a criança aparece adotando a postura de pé, logo após descer da cama.

Estes mobiliários tornaram fácil o acesso para esta criança, de acordo com suas necessidades específicas.


Maria Alice Furrer

 

3 ideias sobre “Quarto de uma criança com deficiência

  1. Eu adorei a dica,a minha filha tem paralisia e anda com muletas,mas o tamanho da cama facilitaria a locomoção dela em seu quarto,que eu quero construir p/ ela.

  2. Pingback: Desmistificando alguns pensamentos sobre a Paralisia Cerebral | Acessibilidade na Prática

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>