Como conseguir um cão-guia

Publicado em: 08.abril.2015

Por: Acessibilidade na Prática

Simon é um Labrador que nos encantou nessa matéria sobre sua aposentadoria, ao cumprir a missão como cão-guia do radialista Alberto Pereira. No caso do Alberto, ele e sua família vão continuar com o Simon, mas caso não pudessem manter o animal, ele iria para um abrigo.




Primeiro eu estava um pouco frustrada por não conseguir falar com nenhuma das ONGs que localizei na internet que treinam e disponibilizam cães-guia para deficientes visuais no Brasil. Daí, falando com o Lucas Radaelli, que inclusive já escreveu aqui no blog sobre sua experiência com um cão-guia, é que consegui ter um panorama melhor de como conseguir um. Para começar, no Brasil isso não é nada fácil. Liguei e mandei e-mail para todas as ONGs que achei no Google e não tive sucesso. Com o Lucas não foi diferente. Ele buscou seu animal no exterior, na Organização Guiding Eyes. De acordo com a Federação Internacional de Cães-Guia, o lugar mais próximo para um sul-americano conseguir um cachorro seria indo aos EUA ou Canadá. Moleza!

Segundo que, de acordo com estimativas, existem 1,4 milhões de cegos no Brasil e cerca de 60 cães treinados. Há um vácuo gigante aí! Além disso, treinar um cão custa aproximadamente R$ 35 mil. MIL!!! No MS, o Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos informou que optou pelo uso da bengala, a qual é subsidiada pelo SUS e proporciona uma mobilidade equivalente à que um cão-guia oferece. É uma alternativa viável em busca da acessibilidade para deficientes visuais.


cao guia

Foto: UNIVET


Quem opta pelo cão-guia, afirma que ele é mais eficiente que a bengala por possuir julgamento, sem contar que ele vira um amigo :). Lembram do Orlando, aquele que ficou famoso após pular nos trilhos para tentar salvar o dono cego que caiu no metrô de NY? Então…

Ter um cão-guia também envolve outros custos. Como o animal executa um trabalho diário, ele precisa de cuidados específicos com sua alimentação e com sua condição física, devendo ser acompanhado regularmente por um Médico Veterinário. Além disso, seu desempenho ficará comprometido caso adoeça, sendo necessário lançar mão de produtos veterinários de qualidade, geralmente fornecidos a clínicas e pet shops por distribuidoras de medicamentos veterinários.


Os animais precisam de descanso quando não estão trabalhando, e seus donos recebem treinamento para que o animal esteja sempre disciplinado. Em casa é um cão que se diverte, mas na rua é um cão que não se distrai.



Laryssa Caetano – Analista de Relacionamento do Grupo WTW

E-mail:[email protected]



3 ideias sobre “Como conseguir um cão-guia

  1. Pingback: Cuidados com o cão-guia - Animal e Saúde

  2. Meu filho tem 25 anos nasceu surdo e à 5 anos foi descoberta uma distrofia retiniana de cones e bastonetes. Hoje tem perda visual de 80%, acompanhamento com um geneticista ocular. faz curso de administração de empresas na universidade Federal de Alagoas, e tem sido muito difícil ter segurança em relação à mobilidade. Ele não aceita a bengala, mas ganhou um filhote de labrador. Como poderemos adestrar o cãozinho para ser seu companheiro e seus olhos? Ou conseguir um cão guia já adulto. Por favor, nos ajude.

    • Olá, Maria Vanda! Desculpe a demora para respondê-la. Não é possível adestrar qualquer cachorro para torná-lo cão-guia. As instituições que fazem esse trabalho geralmente os selecionam desde filhotes e mesmo assim há muito descarte, pois nem todos os animais são aptos a aprender o necessário para ser um cão-guia, mesmo sendo de raça recomendada como o Labrador. Minha sugestão é que você entre em contato com alguma instituição especializada nisso. Nos nossos “Links Inclusivos” você encontra algumas delas. Abraços e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *