Assentos para pessoas obesas

Publicado em: 25.novembro.2015

Por: Acessibilidade na Prática

Os obesos fazem parte do grupo das pessoas que possuem mobilidade reduzida, portanto necessitam de equipamentos, ambientes e mobiliários acessíveis para promover sua inclusão social e uma melhor qualidade de vida.

A NBR 9050/2004 já exigia espaços reservados – inclusive assentos para obesos – em teatros, cinemas, auditórios e similares, respeitando uma quantidade mínima e uma localização específica para esses espaços. Agora, pensando mais especificamente nos obesos, a nova norma técnica de acessibilidade (NBR 9050/2015) estabelece critérios para os assentos destinados a esse público. Vamos a eles!

assento obeso
Acima, a figura extraída da NBR 9050/2015 ilustra as especificações do assento para obesos. Abaixo, o detalhamento de cada item:

a) Profundidade do assento: mínima de 0,47 m e máxima de 0,51 m, medida entre sua parte frontal e o ponto mais frontal do encosto tomado no eixo de simetria;


assento

b) Largura do assento: mínima de 0,75 m, medida entre as bordas laterais no terço mais próximo do encosto. É admissível que o assento para pessoa obesa tenha a largura resultante de dois assentos comuns, desde que seja superior a esta medida de 0,75 m, como ilustrado na foto acima. Lembrando que este é o mínimo, onde, por exemplo, se o assento medir 0,80 m, estará dentro do preconizado pela norma técnica;

c) Altura do assento: mínima de 0,41 m e máxima de 0,45 m, medida na sua parte mais alta e frontal;

d) Ângulo de inclinação do assento em relação ao plano horizontal: de 2°a 5°;

e) Ângulo entre assento e encosto: de 100° a 105°.

Quando houver apoio de braços, estes devem ter altura entre 0,23 m e 0,27 m em relação ao assento.

Por fim, os assentos devem suportar uma carga de 250 kg.


Maria Alice Furrer



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *