Circulando por Miami Beach

Todos nós sabemos que as coisas não são nada fáceis aqui no Brasil quando o assunto é acessibilidade e mobilidade urbana. Basta darmos uma volta no quarteirão para enfrentarmos grandes e “emocionantes” desafios 😕 . Por isso, não é raro ouvirmos pessoas com deficiência dizerem que sonham em “fugir de casa” e morar fora do país, especialmente nos Estados Unidos, onde a acessibilidade é bem melhor que aqui, especialmente em Orlando e Miami, que são cidades preocupadas em receber bem seus turistas.

Como poucos de nós temos oportunidade sequer de passear na “Terra do Tio Sam”, nossa correspondente internacional Adriana 😀 resolveu compartilhar conosco algumas imagens de sua viagem por Miami Beach. Vamos conferir?

Vejam a seguir trechos de uma calçada localizada na 4th street:

Calçada com piso regular, firme e estável. Deve ser uma delícia rodar nela com a cadeira de rodas!


Continue lendo

Flagrante – Marcos da Guarda (II)

Seguidor: Marcos da Guarda
E-mail: [email protected]
Data da foto: 16/03/2017, entre 12:00 h e 14:00 h.
Local: Rua Célio de Castro 79, em frente ao CIEE, Floresta, Belo Horizonte – MG.
Descrição: Veículo estacionado indevidamente em uma vaga reservada para pessoas com deficiência.

20170316_133243-1 edit

Flagrante – Mônica Borges

Seguidora: Mônica Borges
E-mail: [email protected]
Data da foto: 06/02/2017
Local: Rua Regente Lima e Silva, 200, Ferrazópolis, São Bernardo do Campo – SP.
Descrição: Esta é a frente de uma residência que foi alugada para montar uma oficina mecânica. Depois que o estabelecimento se instalou no local, não é mais possível andar pela calçada. Além disso, quando precisamos passar de carro pela rua, temos de esperar durante vários minutos até que alguém saia da oficina e retire o carro que está impedindo a passagem. Normalmente são mais de dez carros simultaneamente em conserto, colocados sobre a calçada e também na rua. A rua é estreita, e quando dois carros vêm em sentidos opostos, é uma verdadeira confusão. Cadeirantes não passam pela calçada de forma alguma. Minha filha estava nessa van escolar que aparece na foto, a qual ficou 15 minutos tentando passar pela rua, fazendo com que minha filha chegasse 10 minutos após o fechamento dos portões da escola. As vans não querem mais pegar nossos filhos por causa disso. Os caminhões de entrega não conseguem entrar na rua. Já fizemos várias reclamações, solicitamos presença policial inúmeras vezes e fizemos um abaixo-assinado (entregue a um vereador da cidade), mas ninguém resolve o problema. Está um verdadeiro caos!

IMG_20170208_185725

Flagrante – Marina Souza (V)

Seguidora: Marina Almeida Souza
E-mail: [email protected]
Data da foto: 10/01/2016
Local: São Miguel do Anta – MG.
Descrição: Esta faixa de travessia de pedestres termina num muro, onde não existe outra forma de circulação a não ser pela própria rua, colocando em risco a segurança dos usuários. Situações como esta podem ser vistas em vários pontos da cidade.

2016-01-10 19.44.00-3

Flagrante – Maria Alice (XXVIII)

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer
Twitter: @marialiceff
Data da foto: 23/02/2014
Local: Avenida Dorvalino dos Santos 788, na frente da Ki-Pão Conveniências, em Sidrolândia – MS.
Descrição: Este carro estava estacionado indevidamente numa vaga reservada para pessoas com deficiência. Mesmo com a sinalização inadequada, era possível identificar a presença da vaga e estacionar mais para frente, até porque haviam outras vagas disponíveis.

foto

Flagrante – Laerte Corrêa

Seguidor: Laerte Corrêa
Cidade: Socorro – SP
E-mail: [email protected]
Datas das fotos: 29/05/2013 e 06/06/2013, respectivamente.
Local: Rua 13 de Maio, em frente à Caixa Econômica Federal, em Socorro – SP.
Descrição: Veículos estacionados indevidamente em uma vaga reservada paralela à calçada. Isso porque minha cidade é conhecida como "modelo de acessibilidade", mas os prédios públicos sequer possuem rampas de acesso. Se os governantes daqui não dão exemplo, como fazer para que a população se conscientize e não vejamos mais comportamentos como os das imagens abaixo?