Flagrante – Frederico Rios (XXV)

Seguidor (membro da equipe): Frederico Rios
Twitter:[email protected]_Rios
Data das fotos: 06/10/2016
Local: Avenida Afonso Pena 3997, quase esquina com a Rua Paraíba, Campo Grande – MS.
Descrição: A calçada do lote da esquina possui piso regular, firme e estável, porém não conta com piso tátil. Já a calçada do lote vizinho possui piso tátil, porém o restante do seu revestimento é irregular e trepidante. Além disso, há um desnível considerável na junção das calçadas dos dois lotes, dificultando a circulação e oferecendo riscos de queda a qualquer pessoa. No meu caso, que sou cadeirante e não tenho o tronco muito firme, precisei de ajuda para transpor esse “degrau”.

2016-10-06-20-24-44
2016-10-06-20-24-34

Flagrante – Maria Alice (LXXX)

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter:[email protected]
Data da foto: 18/09/2016
Local: Rua Padre João Crippa, entre as ruas Maracaju e Cândido Mariano, Campo Grande – MS.
Descrição: Caixa móvel de lixo alocada sobre o piso tátil da calçada, atrapalhando a sinalização no piso e estreitando a passagem de pedestres.

img_9736

Novos critérios técnicos para piso tátil em rampas e escadas

Em 2013, fizemos um post sobre piso tátil em rampas, usando como exemplo algumas fotos do nosso arquivo e as analisando segundo a NBR 9050/2004. Com a chegada da NBR 16537/2016, que trata especificamente de sinalização tátil no piso, temos uma maior referência e algumas mudanças nos critérios dessa sinalização para rampas e escadas.


Piso tátil de alerta

O piso tátil de alerta deve ser instalado no início e no término de escadas fixas (com ou sem grelhas), degraus isolados, escadas, esteiras rolantes e rampas fixas com inclinação superior ou igual a 5%.

Pegando uma rampa como exemplo, a figura abaixo, retirada da norma técnica, mostra como deve ser a sinalização tátil de alerta, que pode medir entre 0,25 m e 0,60 m na base e no topo da rampa com inclinação maior ou igual a 5%. Na base não pode haver afastamento entre a sinalização tátil e o início do declive. No topo, a sinalização tátil pode afastar-se de 0,25 m a 0,32 m do início do declive. Rampas com inclinação menor que 5% não precisam ser sinalizadas.

rampa alerta

Continue lendo

Flagrante – Maria Alice (LXXIX)

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter:[email protected]
Data das fotos: 10/09/2016
Local: Rua Piratininga, esquina com a Rua Osvaldo Cruz, Campo Grande – MS.
Descrição: Apesar de possuir piso tátil e rebaixamentos de guia, a calçada desta esquina é muito estreita e possui revestimento irregular.

piratininga-x-osvaldo-cruz-4
piratininga-x-osvaldo-cruz-5

Critérios de cor e largura para o piso tátil

Antes do lançamento da NBR 16537/2016, muitos eram os questionamentos com relação a cor, tamanho e outras especificações do piso tátil, já que a NBR 9050 não sanava todas essas dúvidas. Agora, com uma norma técnica específica para piso tátil, podemos seguir critérios mais precisos e detalhados, evitando a construção de ambientes com poluição tátil-visual e sem padronização, além de melhorar a usabilidade das pessoas que dependem desse tipo de sinalização para se locomover.

Neste post, vamos abordar alguns requisitos do piso tátil com relação à sua largura e cor.


colorido

A largura e a cor das faixas que compõem uma sinalização tátil direcional devem ser constantes, ou seja, nada de fazer um “carnaval” de cores, como na foto acima. Essa prática inadequada, além de tornar o ambiente confuso e esteticamente cansativo, atrapalha a interpretação da sinalização, lembrando que nem todos os deficientes visuais são totalmente cegos (há o grupo das pessoas com diferentes tipos de baixa visão).


Continue lendo

Flagrante – Antônio Vítor (XIV)

Seguidor: Antônio Vítor Freitas Souto
Twitter:[email protected]
Data das fotos: 01/09/2016 às 20:00 h
Local: Avenida Afonso Pena, próximo ao Café Mostarda, Campo Grande – MS.
Descrição: Veículo estacionado sobre a calçada, obstruindo o piso tátil e mais da metade da passagem dos pedestres.

Afonso Pena 20160901 (1) edit
Afonso Pena 20160901 (2) edit