Flagrante – Maria Alice (XXV)

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer
Twitter: @marialiceff
Data das fotos: 05/11/2013
Local: Avenida Afonso Pena entre as ruas 14 de Julho e 13 de Maio, em Campo Grande – MS.
Descrição: Este telefone público está instalado fora da faixa livre de circulação de pedestres, porém sua aba superior invade a calçada, configurando um obstáculo suspenso. Como o orelhão não possui sinalização tátil no piso ao seu redor, oferece risco de colisão às pessoas que circulam neste trecho, principalmente aos deficientes visuais.


imagem
imagem

Flagrante – Celina Souto (IX)

Seguidora: Celina Souto S. M. Rios 
Twitter: @celinasouto
Data das fotos: 25/08/2013
Local: Rua Tabelião Murilo Rolim esquina com a Rua Antônio Maria Coelho, Campo Grande – MS.
Descrição: Não existe sinalização tátil no piso próximo a este telefone público, dificultando sua localização e utilização por deficientes visuais, além de oferecer risco de colisões contra o equipamento. Também há galhos secos no chão, próximos ao telefone, atrapalhando a aproximação de qualquer pessoa.
 


 

Obstáculos suspensos

Na NBR 9050/2004, quando são especificadas as situações onde a sinalização tátil de alerta deve ser instalada, encontramos os obstáculos suspensos.

Obstáculos suspensos são aqueles localizados entre 0,60 m e 2,10 m de altura do piso acabado e possuem o volume maior na parte superior do que na base. Nestes obstáculos, a superfície a ser sinalizada deve exceder em 0,60 m a projeção do obstáculo, em toda a superfície ou somente no perímetro desta. Para maiores esclarecimentos sobre sinalização de obstáculos supensos, consultem o post Telefone público – Av. Afonso Pena esquina com a Rua 14 de Julho.

Abaixo vamos conferir alguns exemplos de obstáculos suspensos.


Imagem: Arquivos Acessibilidade na Prática
 
A placa acima está na área de circulação deste estabelecimento. Para poder alcançar o carrinho de compras, qualquer pessoa pode colidir com esta placa, a qual está instalada numa altura muito baixa. É notável que a parte inferior da placa está praticamente na mesma altura de um carrinho de compras comum, que está no seu lado direito.

Neste caso, a solução não seria colocar a sinalização tátil, mas sim instalar a placa numa altura mais elevada para evitar colisões.
 
 
Continuar lendo