Publicado em: 14.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidor (membro da equipe): Diego Rios
Twitter: @dr_diegorios
Data da foto: 05/08/2016
Local: Rua Marechal Rondon, atrás do prédio da Energisa (revitalização do antigo trilho), Campo Grande – MS.
Descrição: O acesso a esta faixa elevada para travessia de pedestres está todo quebrado, dificultando sua utilização e oferecendo riscos aos pedestres.

IMG_3753

Leia Mais

Publicado em: 11.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática


rampa

(mais…)

Leia Mais

Publicado em: 09.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter:[email protected]
Data da foto: 01/08/2016
Local: Farmácia São Bento, Rua Bahia quase esquina com Avenida Mato Grosso, Campo Grande – MS.
Descrição: A entrada da farmácia possui uma pequena rampa, porém sem corrimãos e sem sinalização tátil. Além disso, há um capacho em praticamente toda a superfície da rampa, dificultando sua utilização e podendo ocasionar quedas.

IMG_8998

Leia Mais

Publicado em: 07.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidora (membro da equipe): Graciela Machado
E-mail:[email protected]
Data das fotos: 02/08/2016

Local: Avenida Mato Grosso esquina com a Rua Paraíba, Campo Grande – MS.
Descrição: Veículos estacionados obstruindo dois rebaixamentos de guia.

MT e PB 3
MT e PB 2


Leia Mais

Publicado em: 03.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Em 2015, meu marido e eu viajamos até o interior de Goiás para passar o réveillon no Rio Quente Resorts. Dentre as diversas opções de entretenimento do parque, resolvemos nos aventurar na mais radical delas, a Megatirolesa, com 40 m de altura e 1100 m de extensão. 🙂

Reservamos nosso passeio na recepção do hotel, já adiantando à recepcionista que meu marido era cadeirante (tetraplégico). No mesmo instante, a recepcionista entrou em contato com os monitores da Megatirolesa, os quais informaram que isso não seria um problema e que outros cadeirantes já haviam feito a travessia.

No dia e hora marcados, nos dirigimos até o ponto de encontro indicado na aquisição do passeio, onde fomos apresentados aos monitores e nos juntamos aos outros turistas. Esse ponto de encontro era dentro do complexo e relativamente próximo do nosso hotel, então fomos à pé mesmo.


No carroPara chegar ao início da tirolesa, tivemos que nos deslocar em um jipe antigo e sem adaptações, porém os monitores foram solícitos para nos ajudar. Meu marido e eu explicamos a melhor forma de realizar a transferência da cadeira de rodas para o jipe e deu tudo certo! 😉 


(mais…)

Leia Mais

Publicado em: 02.agosto.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidor (membro da equipe): Diego Rios
Twitter: @dr_diegorios
Data das fotos: 17/07/2016
Local: Pirapozinho – SP.
Descrição: Nesta avenida de Pirapozinho há uma faixa elevada para travessia de pedestres, abrangendo as duas pistas da avenida, passando também pelo canteiro central. No entanto, há um vão de aproximadamente 50 cm entre a faixa elevada e a calçada, inviabilizando a passagem de qualquer pessoa. Uma pessoa distraída, por exemplo, mesmo que não possua dificuldade de locomoção, pode se machucar neste vão.

IMG_3479
IMG_3480


Leia Mais

Publicado em: 31.julho.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidor (membro da equipe): Diego Rios
Twitter: @dr_diegorios
Data da foto: 30/06/2016
Local: Rua Rio Grande do Sul esquina com Rua Antônio Maria Coelho, Campo Grande – MS.
Descrição: Veículo estacionado obstruindo o rebaixamento de guia.

IMG_3285


Leia Mais