Publicado em: 15.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

NBR 9050/2015 estabelece critérios de revestimento, inclinação e desnível para pisos.


Os materiais de revestimento e acabamento devem possuir superfície regular, firme, estável, não trepidante para dispositivos com rodas (carrinhos de bebê, andadores e cadeiras de rodas) e antiderrapante (sob qualquer condição: seco ou molhado).

Deve-se evitar a utilização de padronagem na superfície do piso que possa causar sensação de insegurança (como estampas, por exemplo, que pelo contraste de desenho ou cor, possam causar a impressão de tridimensionalidade).


pisoRevestimentos com cores intercaladas, como na foto acima, podem até possuir uma boa apresentação estética, mas muitas vezes provocam a sensação visual de alteração de profundidade, especialmente a pessoas com alguns tipos de baixa visão, causando assim uma certa confusão visual.



(mais…)

Leia Mais

Publicado em: 14.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter: @marialiceff
Data da foto: 14/12/2016
Local: Rua Paulo Tognini, entre as ruas Planalto e Flávio de Matos, Campo Grande – MS.
Descrição: Apesar deste trecho de calçada ser razoavelmente acessível, há uma árvore “torta” interferindo no passeio. A árvore foi plantada fora da calçada, mas por algum motivo ela cresceu para cima da calçada, tornando-se um obstáculo suspenso, o qual pode provocar acidentes especialmente com deficientes visuais.

arvore

Leia Mais

Publicado em: 11.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter: @marialiceff
Data da foto: 12/09/2016
Local: Terminal Nova Bahia, Avenida Cônsul Assaf Trad, Campo Grande – MS.
Descrição: Área de embarque e desembarque sem sinalização tátil no piso. Há apenas uma faixa amarela, sinalizando visualmente a área delimitada para os passageiros aguardarem os ônibus e realizar o embarque.

terminal-nova-bahia-edit

Leia Mais

Publicado em: 07.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

A Casa Colonial é uma galeteria típica do sul do Brasil, mas com um toque da culinária sul-mato-grossense. O restaurante fica localizado na Avenida Afonso Pena 3997, em Campo Grande – MS.


calçadaNão existe vagas reservadas ou estacionamento próximo ao restaurante, dificultando a parada de pessoas com dificuldade de locomoção.

 

No geral, a calçada é regular, firme e estável, mas não há piso tátil.


(mais…)

Leia Mais

Publicado em: 06.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidor: Léo Juno Souto Pádua

Data da foto: 01/12/2016 
Local: Estacionamento do Bob’s, Rua Pedro Celestino esquina com a Avenida Afonso Pena, Campo Grande – MS.
Descrição: Dois veículos sem credencial estacionados em duas vagas reservadas, sendo uma para idosos e outra para pessoas com deficiência.

bobs-01122016-1-2

Leia Mais

Publicado em: 04.dezembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer Matos Rios
Twitter: @marialiceff
Data da foto: 16/11/2016
Local: Estacionamento da Loja Havan, Rua Pirituba 1178, próximo ao Shopping Norte Sul, Campo Grande – MS.
Descrição: Veículo estacionado indevidamente em “duas” vagas reservadas: uma para idosos e outra para pessoas com deficiência.

havan-edit

Leia Mais

Publicado em: 30.novembro.2016

Por: Acessibilidade na Prática

Por morar minha vida inteira no Mato Grosso do Sul, vez ou outra eu programava uma pescaria com amigos ou familiares num dos diversos rios do nosso estado, mas confesso que pescar nunca esteve entre minhas melhores habilidades antes de me tornar tetraplégico. Tenho amigos muito mais “tarados” por pescaria do que eu, alguns até cadeirantes, que sempre dão um jeitinho de passar horas ou até dias no mato pescando.

 

pescaria_no_pantanal

Foto: 7 Dias à Toa



Nos últimos anos, o “turismo acessível” ou “adaptado” vem ganhando cada vez mais adeptos no Brasil, especialmente o Ecoturismo e o Turismo de Aventura. Algumas cidades como Socorro (SP) e Bonito (MS) já possuem certa estrutura para receber pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, mas devemos reconhecer que é muito difícil proporcionar total autonomia em passeios onde há matas, rios, tirolesas, bote inflável e escaladas. Nesses casos, o atendimento e o monitoramento por pessoas treinadas é imprescindível.

(mais…)

Leia Mais