Tereré acessível

Publicado em: 11.setembro.2013

Por: Acessibilidade na Prática

O tereré é uma bebida bastante tradicional em Mato Grosso do Sul. De origem paraguaia, o tereré é composto basicamente por erva mate e água gelada. Com o passar do tempo, a bebida foi sendo difundida pelo Brasil, tornando-se conhecida e consumida em vários outros estados do país.

Tenho o hábito de tomar tereré diariamente desde a minha adolescência. Depois de me tornar tetraplégico, após um acidente de trânsito em 2008, a bebida continuou fazendo parte da minha rotina, tendo inclusive papel importante na minha hidratação, no melhor funcionamento dos meus rins e na prevenção contra infecções urinárias.

Assim, meu pai e eu criamos uma forma para eu conseguir tomar tereré com mais autonomia. Basicamente, adequamos a jarra térmica (que eu já tinha) e bolamos um suporte para apoiá-la.


Revestida com couro, esta jarra (ou garrafa) tem formato de botijão e possui capacidade para 11 litros de água, suficiente para servir muitos amigos. No seu lado esquerdo existe um compartimento para armazenar erva mate, e no lado direito um pequeno suporte para a guampa (neste caso, para um copo).

A torneira original da jarra, com ativamento pela parte de cima, foi substituída por outra com ativamento pela parte de baixo, permitindo acioná-la com o próprio copo.

Resolvida a questão da garrafa, precisávamos bolar um suporte para apoiá-la. Inicialmente pensei em pedir a um marceneiro para que fizesse um de madeira, mas meu pai teve a ideia de aproveitar um banco tubular giratório que já tínhamos em casa.
 

O banco já possuía uma altura adequada para o que pretendíamos, então ficou faltando adequarmos o apoio para a jarra. Para isso, solicitamos a um serralheiro que adaptasse uma base na própria estrutura giratória do banco, desprezando somente o estofado e o encosto originais. Pedimos também para que fizesse um suporte para o copo nesta mesma base, pois o suporte da jarra ficaria muito justo e numa altura excessiva, dificultando seu manuseio.

O resultado foi este:
 


Vejam no vídeo abaixo como ficou prático para eu tomar tereré sem ajuda:

 

 

Abraços, tererezeiros!!!


Frederico Rios
 

2 ideias sobre “Tereré acessível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *