Inacessibilidade via Azul Linhas Aéreas

Publicado em: 19.junho.2013

Por: Acessibilidade na Prática

Relato enviado pela seguidora Fernanda Lacerda.

É fato que os aeroportos do Brasil estão tentando adaptar suas estruturas para receber passageiros com algum tipo de deficiência, mas essa realidade muda de cenário quando parte dessa responsabilidade passa para as empresas aéreas. Na semana passada, viajei do Pará ao Rio de Janeiro e constatei algumas situações graves e de simples solução.
 
Escolhi a empresa Azul Linhas Aéreas para fazer esse roteiro e já na ida me deparei com a primeira situação de falta de ACESSIBILIDADE: a empresa utiliza vans (da Citroën) para transportar os passageiros entre terminais, como é o caso de Brasília, e entre aeronaves, como acontece em Belo Horizonte (Confins). Esses veículos não possuem nenhum tipo de corrimão de apoio para subir ou descer deles. Se o passageiro possui alguma limitação, corre o risco de sofrer uma queda, pois o único local de apoio é a própria porta do veículo. Ahhh! E também não há espaço adequado para passageiros cadeirantes.

Imagem da Internet
 
A falta de preparo dos funcionários para lidar com 'prioridades' é outra questão grave. Comigo aconteceu na viagem de volta ao Pará: tive que ficar em pé, acompanhada de mães com crianças de colo, por loooongos minutos na pista, ao lado de uma aeronave, a espera da tal van sem acessibilidade. Quando esta chegou, tivemos que nos virar para subir e, claro, para descer. Em nenhum momento os funcionários se propuseram a dar algum tipo de assistência. Sorte minha que aprendi a “me virar”. Fomos deixados na parte inferior de um dos terminais de Confins, e de lá ouvimos um “me sigam” de uma funcionária, a qual, em seguida, saiu às pressas caminhando pelo aeroporto para nos “levar” até a outra aeronave. O longo percurso ficou ainda mais complicado quando tivemos que subir uma escadaria enorme. A funcionária? A perdemos de vista, já que estávamos andando no ritmo que nos era possível. Um despreparo total!!! Depois ela apareceu no topo da escada com ares de “estou com pressa”, e assim seguiu até nos ver embarcando.
 
Realmente a empresa precisa investir em treinamento para seus funcionários sobre esse tipo de atendimento, mas independente de ser profissional ou não, gentileza a gente deve exercer em todos os momentos da vida. E se não se aprende em casa, é difícil agregar este valor no perfil profissional.

Quando cheguei de viagem, enviei um e-mail pra Azul reportando o caso, mas até agora não me deram retorno.


Fernanda Lacerda é Jornalista, pós-graduada em Comunicação Empresarial pela Cândido Mendes e em Gestão Responsável para a Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral. Ela possui sequelas da Poliomielite e, por isso, tem dificuldade para se locomover, principalmente subir ou descer escadas, degraus mais altos, entre outras.

 

8 ideias sobre “Inacessibilidade via Azul Linhas Aéreas

  1. Emocionante! Sim, mas não uma emoção boa. A gente lê o depoimento da Fernanda Lacerda e vai-se tomando de uma raiva por conta da falta de respeito da "Azul Linhas Aéreas Brasileiras", que não investiu em capacitação de seus funcionários e nem se preocupou com acessibilidade às pessoas com mobilidade reduzida. Desse jeito, a cor dessa companhia aérea tende a se manchar, e não será de azul! 

  2. Olá Fernanda, lamentamos o ocorrido e pedimos desculpas também pela demora no retorno. Encaminhamos o seu relato para a equipe responsável, que tomará as devidas providências a respeito. Nos aeroportos citados contamos com uma cadeira robótica em cada um deles e um equipamento chamado AzulLift, o elevador para conduzir pessoas com mobilidade reduzida. De qualquer forma, pedimos desculpas novamente pelo transtorno e, com certeza, todas as menções feitas serão levadas em conta por nosso time para a melhoria do serviço. Obrigado.

  3. Olá equipe da Azul, agradeço pela atenção e ainda mais pelas providências. Dentro de alguns dias estarei voando com vocês novamente e espero ver mudanças para que possa compartilhar por aqui.

  4. Espero que realmente a Azul esteja trabalhando para melhorar o problema de mobilidade.
    Agora queria aproveitar e pedir para o pessoal da Azul tornar o site acessível para os leitores de tela.
    Já cheguei a elogiar o site da Azul no meu blog. Na época era a única empresa aérea que tinha acessibilidade total para as pessoas com deficiência visual poder efetuar a compra.
    Infelizmente a acessibilidade no site não é mais um diferencial da Azul!

  5. Seria tão simples para quando a pessoa comprar uma passagem sinalizar sua deficiencia e assim a empresa poder se preparar pra receber seu cliente da melhor forma possivel, precisa-se de mais denuncias para que algo seja feito, continuem o trabalho pois eles so vão mudar quando começar a afetar a imagem deles

  6. Boa noite!!! Vou viajar pela empresa aérea azul e vou precisar utilizar o ônibus que sai de congonhas para vira copos. Podem informar se consigo entrar no ônibus mesmo estando com uma das pernas imobilizadas por conta de uma cirurgia.

    Agradeço pela atenção e aguardo resposta.

  7. Quero aqui deixar meus agradecimentos a Cia Azul. No dia 29/09 fiz minha primeira viagem de avião saindo do Aeroporto de Cumbica com destino a Vitoria – ES. Estava bastante apreensiva, principalmente no momento da decolagem, porém mal percebi o avião levantar vôo, tamanhã a habilidade do Piloto que infelizmente não me lembro o nome. Da mesma forma foi o pouso. Minha maior preocupação era que no momento da decolagem o avião subisse muito inclinado, pois tenho panico de altura, mas nem percebi, quando dei por mim já estavamos voando. Uma das comissárias de bordo, quando ficou sabendo que era meu primeiro voô, se mostrou muito atenciosa, me fornecendo várias explicações sobre algumas duvidas que tive com a finalidade de me acalmar. Da mesma forma foi o retorno, quando no dia 06/10 voltei a SP, novamente pela Azul. Infelizmente não lembro os nomes da Tripulação, mas peço a quem receber esta mensagem por favor, parabenizem a Tripulação do Vôo 2860 Partindo de Cumbica as 06.20 no dia 29/09 com destino a Vitoria – ES e também à Tripulação do Vôo 2863 partindo de Vitoria no dia 06/10 as 21.25hs com destino à Cumbica – SP. Quero crer que todos os Pilotos desta Cia sejam tão bons quanto esses dois. Pois a partir de agora, minha primeira opção será sempre a Azul, só irei por outra Cia caso vocês não tenho o destino desejado.
    Abraços a todos. Se alguém puder me fornecer o nome desses dois Comandantes gostaria de cumprimenta-los diretamente através de mensagem.
    Muito Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *