Fechadura acessível

Publicado em: 12.maio.2013

Por: Acessibilidade na Prática

Recebemos com frequência e-mails de pessoas pedindo contatos de fornecedores de fechaduras, torneiras, maçanetas e outros acessórios acessíveis. Entretanto, na prática, sabemos que não é tão fácil assim encontrarmos esse tipo de fornecedor. Muitas vezes temos de recorrer às lojas 'normais' de material de construção e já sabendo exatamente do que precisamos, pois os próprios vendedores desconhecem esse tipo de equipamento, tampouco as necessidades de cada pessoa com deficiência.

Por isso, resolvi compartilhar aqui no blog uma solução que encontramos para adaptar as fechaduras da minha casa, pois não encontramos nada no mercado que atendesse às minhas necessidades.

Praticamente todas as portas da minha casa são de correr, o que economiza espaço e facilita a abertura. Como não tenho destreza nas mãos, precisava de uma fechadura fácil de trancar e que eu conseguisse abrir e fechar sozinho. O resultado foi esse: 

 


Utilizamos os seguintes acessórios para confeccionar essa fechadura:
– 1 fechadura de banheiro;
– 1 puxador pequeno (neste caso, serve para girar a chave);
– 2 puxadores grandes (um de cada lado da porta);
– 2 arroelas.
 
Vejam no vídeo abaixo como ficou fácil para eu abrir, fechar, trancar e destrancar a porta sozinho.
 



 
Cada conjunto desses custou aproximadamente R$ 60,00, valor semelhante ao de alguns modelos de fechadura de boa qualidade disponíveis no mercado.

Espero que essa dica ajude outras pessoas com mesmas dificuldades que eu.

Abraços!


Frederico Rios

 

10 ideias sobre “Fechadura acessível

    • Olá, Ediel! Como disse no post, esta é uma fechadura “artesanal”, portanto não possui marca. Claro que seus componentes são de alguma marca, mas isso não foi observado no momento da compra dos mesmos, apenas sua qualidade e funcionalidade. Abraços!

  1. Compartilhando uma solução que achei para pessoa de baixa estatura (anã), os quais pedem melhor solução na CPA, para sanitários que os atendem. O vaso sanitário infantil não dá para o bumbum de adulto, certo?!, não tem vaso sanitário com assento comum, de adulto, e com altura entre 30cm e 35cm. Porque não usar o vaso suspenso, "enterrando" o sifão que é levemente aparente? Vai ficar com altura de 32cm aproximado. Vou testar numa obra próxima. Abç Maristela  

  2. Pingback: Trinco – Sanitário Acessível | THAIS FROTA - ARQUITETA HUMANISTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *