Adaptação para automaquiagem (II)

Publicado em: 17.setembro.2014

Por: Acessibilidade na Prática

Neste post, vamos mostrar uma adaptação para aplicar “blush” no rosto, a qual foi confeccionada no setor de Terapia Ocupacional da Rede Lucy Montoro

Vale lembrar que este tipo de adaptação deve ser feito de acordo com as necessidades de cada pessoa.


foto A adaptação, feita de material termoplástico, possui três orifícios: dois para encaixar os dedos e um para fixar o pincel. O orifício destinado ao pincel possui uma pequena borboleta com parafuso, permitindo regular sua abertura de acordo com a espessura do cabo do pincel


foto Para uma boa aplicação da maquiagem, o pincel deve estar bem encaixado à adaptação.

Aos olhos de quem possui os movimentos das mãos preservados, essa tarefa pode parecer simples e fácil. Porém, para uma pessoa que não tem força nem destreza nas mãos, é uma atividade cansativa e que exige treino. 

No vídeo abaixo, nossa modelo Bianca, que é tetraplégica, aparece passando o pincel no frasco de “blush” e aplicando o produto no seu próprio rosto. Como a adaptação foi confeccionada de acordo com suas medidas e necessidades, os movimentos foram realizados com destreza e precisão.





Esse é um exemplo de que soluções simples podem proporcionar independência e autonomia a pessoas com dificuldades motoras, porém é indispensável uma orientação adequada e um pouco de treino.


Leia também: Adaptação para automaquiagem


Maria Alice Furrer 

Colaboração: Bianca Ravagnani



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *