Vagas reservadas e circulação interna do Mercado Municipal de Campo Grande

Publicado em: 08.agosto.2012

Por: Acessibilidade na Prática

O Mercado Municipal Antônio Valente, o "Mercadão", é um dos mais tradicionais pontos comerciais e turísticos de Campo Grande (MS). Por dia, o centro comercial recebe em média, segundo estimativa, 3.500 pessoas.

Hoje vamos conhecer um pouco da estrutura deste local tão importante para a cidade, analisando alguns aspectos da sua acessibilidade. 

 
Presença de vagas reservadas no estacionamento. A sinalização vertical (feita por meio de placa) é inexistente, dificultando a localização da vaga.

A sinalização horizontal não segue todas as especificações da NBR 9050/2004. À esquerda da foto existe a faixa amarela, a qual deveria ser o espaço adicional de circulação, porém motos estão estacionadas neste local.

Apesar de não estar registrado na foto, à direita existe uma faixa de travessia de pedestres, que leva até a entrada do Mercadão.

 
Estas outras duas vagas reservadas, uma no centro da foto (livre) e a outra à direita (com um carro estacionado), ficam mais próximas à entrada do Mercadão. Neste ponto, o acesso ao prédio é feito por uma rampa localizada logo a frente das vagas.

A faixa branca entre as vagas é a de travessia de pedestres. Estas vagas não contam com espaço adicional de circulação.

Bem como na foto anterior, a sinalização vertical é inexistente e a horizontal não atende todas especificações da norma técnica. Entretanto, é importante reconhecer a iniciativa da administração em se preocupar com a confecção de vagas de estacionamento para pessoas com deficiência.


Existem corredores com dimensionamento satisfatório. Porém, como em outros pontos do local, há mobiliários (cadeiras dos comerciantes, por exemplo) e mercadorias estreitando a passagem.

A disposição dos produtos nas prateleiras não permite que qualquer pessoa os alcancem. Entretanto, o balcão que antecede as prateleiras mais altas permite a aproximação lateral de um cadeirante.

Não existem tabelas de preços ou etiquetas em Braille.


Existem algumas placas informativas espalhadas pelo estabelecimento, com diferentes alturas de instalação. Nesta foto, podemos observar uma dessas placas, as quais possuem apenas informações visuais. Além de esta placa estar numa altura muito elevada, não há no local as mesmas informações de forma tátil.

 
Na imagem acima, outro corredor estreitado pela disposição das mercadorias.

Os preços dos produtos estão em etiquetas e placas com sinalização visual, mas não existe um padrão. Em muitas situações, quem informa o preço é o próprio comerciante.
 
 
Maria Alice Furrer

Colaboração: Milena de Ré

Fotos: 04/08/2012
 

Uma ideia sobre “Vagas reservadas e circulação interna do Mercado Municipal de Campo Grande

  1. Pingback: Novas vagas reservadas de estacionamento do Mercado Municipal de Campo Grande | Acessibilidade na Prática

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *