Telefones públicos sem sinalização

Publicado em: 22.julho.2015

Por: Acessibilidade na Prática

Caminhando pelo Centro de Campo Grande (MS), me chamou a atenção a usabilidade de alguns telefones públicos e resolvi compartilhar com vocês aqui no blog.

A seguir, observaremos um pequeno trecho da Rua Dom Aquino, entre as Ruas 14 de Julho e 13 de Maio, onde existem seis orelhões.


telefoneEstes dois telefones públicos ficam próximos à esquina da Rua Dom Aquino com a Rua 14 de Julho.

Os aparelhos estão em bom estado de conservação e permitem ser utilizados com facilidade. A calçada desse trecho também está em boas condições, mas um deficiente visual terá dificuldade para encontrar os orelhões devido a ausência sinalização tátil no chão.


telefoneNo meio do quarteirão há outros dois orelhões, novamente sem sinalização tátil. Nesse caso, há o agravante de que, na calçada, existe apenas a sinalização tátil direcional, induzindo os cegos a se chocarem contra o orelhão e se machucar.


telefoneEstes telefones ficam próximos à Rua 13 de Maio.

O denominador comum continua sendo a falta de sinalização tátil. Nesses últimos, um dos orelhões é rebaixado para atender cadeirantes e pessoas de baixa estatura.


Esse pequeno trecho da Rua Dom Aquino me chamou atenção pelo número de telefones públicos (seis no total!!!) e todos sem sinalização adequada, ou seja, seis equipamentos urbanos que não podem ser utilizados adequadamente por deficientes visuais, sem contar o risco de colisões, já que orelhões são considerados obstáculos suspensos.


Maria Alice Furrer


Data das fotos: 22/07/2015



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *