Senhor atravessando avenida em Campo Grande

Publicado em: 13.maio.2011

Por: Acessibilidade na Prática

Estas fotos e vídeo foram feitos dia 30/04/2011, no cruzamento entre a Avenida Afonso Pena e a Rua 14 de Julho, no Centro de Campo Grande.
 
 
No centro da foto, observamos um senhor com uma bengala, prestando atenção no semáforo para atravessar a via na faixa de pedestres.
 
O canteiro divisor de vias, onde o senhor se encontra, tem a calçada rebaixada, alinhada com a calçada da via oposta. Entretanto, existe um desnível entre o término deste rebaixamento e o asfalto, aumentando o risco de quedas. Além do desnível, o rebaixamento não possui piso tátil de alerta, em cor contrastante com a da calçada.
 
 
Podemos observar que o semáforo para pedestres está verde, permitindo que a travessia da via seja realizada. Porém, os carros que estavam efetuando a conversão à esquerda mal esperavam o idoso atravessar a rua.
 
Vale lembrar que, no caso deste senhor, que é idoso e possui a mobilidade reduzida, a travessia não é feita rapidamente. Assim, cabe ao motorista aguardar e dar a preferência, conforme estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro.
 
 
Após a travessia desta via, este pedestre tem de transpor obstáculos para poder utilizar o rebaixamento de guia. Notem que ele está olhando para o chão antes de passar por este local. Os obstáculos neste trecho são o desnível entre o final da rampa do rebaixamento e o asfalto, buracos e rachaduras.
 
 
Um detalhe significativo é que, enquanto este pedestre não passou pelo rebaixamento, não mudou o foco de visão para o chão. Se este trecho fosse estável, não haveria necessidade de tamanha preocupação para manter a segurança.

 

 

 
Maria Alice Furrer Matos Braz
 
Fotos: Giuliano Lopes
 
Vídeo: Maria Alice Furrer Matos Braz
 

 


Uma ideia sobre “Senhor atravessando avenida em Campo Grande

  1. Infelizmente os motoristas desta minha cidade querida nào respeitam ninguém! Cansei de ver pessoas idosas, cegos (principalmente) ou pessoas que por algum motivo tem a mobilidade reduzida terem de ficar vários minutos no sinal esperando uma oportunidade – leia-se, um motorista razoavelmente educado!!!! – para poder atravessar uma simples rua.
    Simplesmente vergonhoso!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *