Piscina residencial acessível

Publicado em: 30.outubro.2013

Por: Acessibilidade na Prática

Já abordamos aqui no blog alguns aspectos acerca da acessibilidade em piscinas ao mostrarmos a Piscina acessível do Residencial Santa Catarina. Hoje vamos avaliar uma piscina residencial, construída para atender um morador com deficiência (tetraplegia) que a utiliza para a prática de exercícios terapêuticos e também para o lazer.


piscina

O piso entorno da piscina é antiderrapante e não possui superfície muito abrasiva.

Optou-se por degraus para proporcionar o acesso à piscina, os quais são melhor visualizados na foto abaixo. A norma técnica prevê que o acesso à água deve ser garantido por meio de degraus, rampas submersas, bancos para transferência ou equipamentos de transferência. Cada uma dessas formas de acesso possui suas especificações descritas na norma técnica.

A área da piscina é de 3,50 m por 3,20 m, com uma profundidade de 1,40 m. Essas medidas atendem tanto a pessoa que usa a piscina quanto o terapeuta, além de oferecer um bom espaço para o lazer.

Existem duas barras de apoio instaladas a 1,10 m, utilizadas para fins terapêuticos. A norma técnica recomenda a instalação de barras de apoio nas bordas internas das piscinas, na altura do nível da água, em locais que não interfiram no acesso à água.

A instalação das barras desta piscina teve como prioridade deixar livre pelo menos uma borda interna, permitindo a realização de alguns exercícios específicos.



piscina

Estes são os degraus, dimensionados para uma pessoa sentar-se com segurança em sua extensão. Não foram utilizados os parâmetros estabelecidos na norma técnica para o dimensionamento desses degraus, até mesmo por se tratar de uma residência, onde a piscina foi projetada para atender as necessidades específicas de uma pessoa.


Será instalado, ainda, um corrimão unilateral ao lado dos degraus, na parte onde não há borda interna. A norma técnica especifica corrimãos em três alturas, de ambos os lados, mas neste caso optou-se por um corrimão unilateral.


figuraA figura acima, extraída da NBR 9050/2004, mostra, na visão lateral, o dimensionamento adequado do corrimão e da escada de acesso à piscina.


piscinaPara finalizar, esta imagem mostra que a piscina é coberta com telhas de acrílico transparentes, visando manter a temperatura da água, a qual passa por um sistema de placas de aquecimento solar. Também para manter a temperatura, o ambiente é todo fechado por paredes vidros temperados, podendo ser abertos quando necessário.


Maria Alice Furrer


3 ideias sobre “Piscina residencial acessível

    • Caro Anderson, acho que você nem chegou a ler o blog direito. Não trabalhamos com material de construção nem com equipamentos de acessibilidade. Talvez você encontre o que procura na nossa lista de links inclusivos. Abraços!

  1. Pingback: Banheiro residencial acessível | Acessibilidade na Prática

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *