Centro de Bonito – MS

Publicado em: 31.janeiro.2012

Por: Acessibilidade na Prática

Bonito é um município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul. Pólo do ecoturismo em nível mundial, suas principais atrações são as paisagens naturais, os mergulhos em rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas e cavernas. Juntamente com Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bodoquena, é o principal município que integra o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, apresentando grande potencial turístico. (Wikipédia)

Vamos fazer um rápido passeio para verificar se o Centro de Bonito está acessível.


Na Avenida principal de Bonito, a maioria das calçadas possuem revestimento feito por bloquete. Assim, não há trepidação nestas calçadas, sendo o piso antiderrapante, regular, firme e estável. Estas características acessíveis permitem que os turistas possam observar esta parte da cidade e as vitrines das lojas, por exemplo, sem se preocupar com o piso.

No canto esquerdo da foto acima existem bancos para descanso, os quais estão distribuídos na maioria do trajeto.
 
As calçadas são largas, e a faixa livre de pedestres é respeitada em vários trechos. Porém, em alguns pontos, existem obstáculos como placas, postes e canteiros, estreitando a faixa de circulação .

As calçadas são amplas e existem muitos mobiliários urbanos, ou seja, a instalação de pisos táteis é cabível.

 
Algumas lojas possuem rebaixamento para permitir a entrada de cadeira de rodas, por exemplo. Mesmo não estando ilustrado nas fotos, existem lojas e restaurantes que não possuem entrada acessível.

 
Existem faixas elevadas para a travessia de pedestres ao longo da Avenida, . Estas faixas possuem tanto a sinalização visual quanto a sinalização tátil (piso tátil de alerta) adequadas.

Ao fundo da foto, no canto direito, existe um telefone público, o qual não possui sinalização tátil. Assim, um cego não conseguirá encontrá-lo, além de correr o risco de colidir com a cabeça neste mobiliário.


Os rebaixamentos de guia da Avenida principal são alinhados com as faixas de travessia de pedestres. Entretano, existem alguns rebaixamentos com desnível junto ao asfalto

A sinalização tátil está presente, seguindo os dois exemplos contidos na NBR9050.


Maria Alice Furrer

Fotos: 28/01/2012

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *