Sanitário acessível – Hotel na Alemanha

Publicado em: 20.julho.2011

Por: Acessibilidade na Prática

Este é o banheiro do apartamento acessível do Novotel Köln City, localizado na Rua Bayenstrasse 51, na cidade de Colônia, Alemanha.
 
Analisamos esta estrutura com base nas normas brasileiras de acessibilidade (NBR 9050), com o objetivo de conhecermos o que há de bom naquela realidade. É provável que a Alemanha tenha suas próprias leis e especificações em relação a acessibilidade.
 
A porta do banheiro acessível é do tipo correr, possuindo fácil abertura, ou seja, a porta desliza facilmente nos trilhos. O vão livre da porta é satisfatório, permitindo a entrada de um cadeirante, por exemplo.
 

O tipo de maçaneta desta porta dificulta sua abertura, pois, para acioná-la, é necessário destreza nas mãos para encaixar e conseguir fazer a abertura.
 
A altura do comando do interruptor de luz (cinza, no canto direito da foto) permite que o mesmo seja acionado por um cadeirante, ou uma pessoa de baixa estatura, por exemplo.
 
A bacia sanitária é do tipo suspensa, com barras de apoio articuladas (sobem e descem), com fixação na parede do fundo, localizadas nas laterais da bacia sanitária, permitindo a transferência. A empunhadura da barra de apoio não foi verificada, mas existe uma área (preta) antiderrapante revestindo o início da barra, proporcionando mais segurança ao usuário. O acionamento da descarga é fácil, e está corretamente localizado atrás da bacia.
 
O cesto de lixo, disposto nesta posição, interfere na transferência para a bacia sanitária e também na área de giro da cadeira de rodas. Uma solução viável seria deixá-lo entre a parede lateral e a bacia, um espaço sem uso e que não interferirá nas transferências e na manobra de uma cadeira de rodas.
 
A papeleira (papel higiênico) é do tipo não embutida, localizada na parede lateral, ao lado da bacia sanitária, permitindo um fácil alcance.
 
O cordão vermelho, com um botão na extremidade mais baixa, ao lado do vaso sanitário, é um alarme de segurança, onde o hóspede pode acioná-lo em caso de emergência. 
 
O revestimento do piso é firme, estável e antiderrapante. Na área de banho, o piso é recortado em quadrados menores, aumentando a característica antiderrapante, garantindo maior segurança ao hóspede.
 
O lavatório é suspenso, com área inferior livre, permitindo a aproximação anterior.  O sifão e a tubulação estão afastados da borda frontal da pia. Se o lavatório fosse menor, seria de mais fácil utilização.
 
A torneira é acionada por uma alavanca de fácil manuseio. Ausência de barras de apoio junto ao lavatório.
 
O secador de cabelos embutido na parede está instalado numa altura elevada, dificultando ou até impossibilitando o seu alcance e manuseio. Como um anão, por exemplo, irá alcançá-lo? 
 
O espelho do lavatório é inclinado e conta com um dispositivo de regulagem, permitindo que o hóspede ajuste o ângulo de inclinação mais adequado para poder visualizar-se no espelho. Esta angulação é modificada girando esta alavanca no sentido horário ou anti-horário. 
 
Dentro do box, ao lado do chuveiro, existe outro cordão vermelho, com um alarme na extremidade inferior, que pode ser acionado em situações de emergência.
 
O chuveiro, acionado por alavanca, é do tipo ducha, e pode ser desacoplado da parte superior, permitindo que a ducha seja utilizada manualmente. Porém, a altura para retirar o chuveiro e utilizá-lo como ducha é elevada, dificultando o alcance de um cadeirante, por exemplo.
 
Existe apenas uma barra de apoio, na horizontal, e afastada do chuveiro, não oferecendo segurança e conforto para o hóspede que utiliza a barra. A NBR 9050 exige que na parede lateral ao banco (cadeira de banho) devem ser instaladas duas barras de apoio, uma vertical e outra horizontal ou, alternativamente, uma única barra em “L”, como ilustra a figura abaixo:
 
 
No canto superior direito da foto, acima da barra de apoio, existe uma saboneteira líquida. Sua localização pode oferecer risco de acidentes, pois, se o sabonete ficar pingando no piso ou na barra, deixará estas superfícies lisas, podendo causar uma queda.
 
O box é provido de banco removível (“cadeira de banho”), com cantos arredondados. Este banco pode sim atender a muitos hóspedes, porém não a todos, já que não possui encosto posterior nem apoios para os braços. Assim, algumas pessoas necessitarão de auxílio de mais outras duas para o banho, para garantir o apoio de tronco, ou seja, não é seguro, confortável nem funcional.
 
 
Maria Alice Furrer e Frederico Rios
 
Fotos: abril de 2011
 

3 ideias sobre “Sanitário acessível – Hotel na Alemanha

  1. A nossa "guerra" na Europa já tá bem avançada, apesar de haver várias frente de batalhas ainda abertas. Dá uma aperto no coraçãozinho saber que ainda estamos tão longe de conquistar um… banheiro… mas, com tanta gente boa envolvida, igual a vc, vamos triunfar… tenho certeza. Abrasss

  2. A angustia começa a tomar conta da mim pois, estou vendo a cada dia meu filho ficando mais precário no caminhar é que ele sofre de Distrofia Muscular tipo cinturas, ele anda com dificuldade e é uma doença progressiva. O médico do Hospital Sarah aconselhou procurar tratar por meio de células tronco e gostaria de receber orientação à respeito desse assunto e a você Frederico que me encantou com tudo o que relatou peço essa dádiva do esclarecimento. Veja no que pode me ajudar, meu filho é jovem e cheio de sonhos.
    Gostaria de saber como vc está hoje e saiba que seu nome ja consta nas minhas orações. Fred, Deus é muito amigo, não posso reclamar… Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *