Flagrante – Maria Alice (XL)

Seguidora (membro da equipe): Maria Alice Furrer
Twitter: @marialiceff
Data da foto: 30/06/2015
Local: Rua Fernando de Noronha esquina com a Rua Tamandaré, Campo Grande – MS.
Descrição: Além desta calçada possuir piso irregular, há uma vegetação densa e espinhosa invadindo a faixa de circulação de pedestres.

IMG_1449

Flagrante – Diego Rios (XXXIV)

Seguidor (membro da equipe): Diego Rios

Twitter: @dr_diegorios

Data da foto: 22/06/2015
Local: Travessa Dona Sabina, quase esquina com a Avenida Afonso Pena, na lateral do Bar Salomé, em Campo Grande – MS.
Descrição: Na imagem abaixo aparecem as calçadas de três lotes vizinhos. Além da descontinuidade do piso tátil entre as calçadas do primeiro e do segundo lote, na calçada sem piso tátil (a do segundo lote) há areia, grama e um saco de lixo, impedindo a passagem de cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção. Mais ao fundo da foto, podemos notar que a calçada sofre um grande estreitamento, além de existir um poste e lixo onde seria a passagem, impossibilitando o trânsito livre das pessoas que passam pelo local.

fx1EC1TA

Sanitário acessível da Loja Havan

Este é o terceiro e último post sobre o passeio pela Havan da Avenida Cônsul Assaf Trad, em Campo Grande (MS), onde conheceremos um pouco dos sanitários do estabelecimento.

Logo após a entrada da loja estão os sanitários disponíveis aos clientes, entre eles o Sanitário Unissex Acessível, o qual analisaremos a seguir:


2015-05-24 23.09.31-1Os sanitários podem ser localizados apenas por meio de sinalização visual. Como não há sinalização tátil, a autonomia dos deficientes visuais fica prejudicada.

A palavra “sanitários” aparece escrita no início do corredor que leva aos banheiros. A fonte é grande e o contraste de cores permite uma boa legibilidade. Porém, logo abaixo dessa sinalização, existe uma de foto representando uma família. Considerando que no local podem haver analfabetos e turistas estrangeiros, essas pessoas teriam dificuldade para localizar os sanitários. Se o estabelecimento seguisse as normas técnicas de acessibilidade, ao invés da foto de uma família, haveria o Símbolo Internacional de Acesso em composição com Símbolo Internacional de Sanitário. Esses símbolos são facilmente reconhecidos, tornando a sinalização simples e intuitiva.


Continuar lendo

Flagrante – Diego Rios (XXXIII)

Seguidor (membro da equipe): Diego Rios

Twitter: @dr_diegorios

Data da foto: 22/06/2015
Local: Avenida Afonso Pena esquina com a Travessa Dona Sabina, na frente do Bar Salomé, em Campo Grande – MS.
Descrição: A composição do piso tátil direcional e de alerta não está sinalizando adequadamente a presença de mudança de direção e do rebaixamento de guia localizados nesta esquina.

Ci4znrb1

Veículos adaptados: compra, isenções e manutenção

Há alguns anos, a aquisição de veículos por pessoas com deficiência tornou-se mais atrativa e acessível com a isenção de impostos como IPI, IOF, ICMS e IPVA. Para adquirir um carro com isenção de IPI e ICMS, o modelo escolhido deve custar no máximo R$ 70 mil, e o desconto com essas isenções pode chegar a 30%. Por outro lado, o desconto acaba se revertendo em custos com adaptação, onde o preço do conjunto de equipamentos pode variar entre R$ 5 mil e R$ 50 mil “aproximadamente”, podendo oscilar de acordo com as necessidades do beneficiário, tecnologia disponível nas lojas especializadas e se a pessoa com deficiência é ou não o condutor do veículo.



carro adaptado 2Foto: APAExone-se Rio



Já falamos aqui no blog todo o passo-a-passo na hora de comprar o veículo e solicitar a isenção junto aos órgãos competentes. Mas antes de iniciar o processo de adaptação, o proprietário necessita de uma autorização para “adaptação de acessibilidade” no órgão competente, que varia de município para município. O documento custa cerca de R$ 350 e autoriza a modificação do veículo.



Continuar lendo